domingo, 28 de dezembro de 2008

Feliz Ano Novo!!!!



Dizem que atrás do arco-íris existe um pote de ouro. Eu já achei o meu...
Segui durante longos anos pelas mais variadas estradas, cruzei pontes, desertos intransponíveis da mediocridade humana, florestas onde as feras refletinham a mim mesma, mares nunca d'antes navegados, campos de tulipas e girassóis da compreensão pra finalmente chegar no meu potinho de ouro. Lá, atrás do arco-íris descobri tudo que eu sonhava um dia ter: minhas filhas, minha familia, meu amor, meus amigos queridos, meus felinos e caninos, meus livros...
Por isso, acho que quando o relógio marca o tempo de um novo ano, está te dando também a oportunidade de ir em busca do teu potinho de ouro..
Eu sei que a caminhada é longa e dura, mas é boa e reconfortante.
Ir atrás dos nossos sonhos é o que nos faz viver.
Todos os finais de ano eu prometo coisas pra mim. Coisas que cumpro e outras que vou deixando de lado pra voltar a re-prometê-las no ano seguinte. já prometi parar de fumar, de desacelerar minha vida, de ler mais, de estudar mais, de fazer trabalho voluntário, de deixar de ser desorganizada com as minhas coisas, de comprar menos, de arrumar minhas gavetas, etc.
Cumpro uns 50%, o resto eu ponho nos ombros do próximo ano.
Mas este ano eu quero prometer só uma coisinha: ser feliz e fazer feliz as pessoas que eu amo. Dizer a elas o quanto eu as amo e o como elas são importantes na minha estrada.
Faça isso. Diga a plenos pulmões que vai ser feliz, porque a felicidade não é um prêmio porque eu fui uma boa menina no ano que passou. Felicidade é direito e dever de cada um.
Seja feliz. Cumpra-se.

E Feliz ano-novo pra todo mundo!!!!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Então é Natal, é???


Pois é.. ano terminando.. e o tal natal rondando de novo... Ai.. ai.. ai..
Não gosto de Natal....
Minha mãe sempre salta quando eu digo isto: "- Mas porque??? Tu sempre tiveste bons natais??
Realmente, sempre tive bons natais.. Quando era criança então era show!!!
Ligava sempre estas datas com calor, familia chegando de Porto Alegre, férias eu e os meus irmãos arrumando a árvore e tal..
Sempre fui muito ligada aos meus avós - todos - e lembro de natais com eles.
Particularmente lembro de um Natal - que eu não lembro quando foi - que o meu avô Antônio mandou fazer toda a casa da Suzie (naquele tempo não tinha Barbie!!). Móveis, eletrodométicos e tal. Só que o cara que ia fazer se atrasou e acabou levando na tarde do dia 25. Eu lembro dele entregando aquela montanha de brinquedos e eu pensando "- Ué??? o Papai Noel é careca e usa calção???"
Acho que foi ai que eu descreditei em Papai Noel...
Mas o tempo foi passando e meus avós foram chamados pra ser vovôs e vovós no céu.. Fico um vazio enorme. Ainda tenho minha vó Maria que tá lindona e sarada aos 86 anos.. mas fica faltando algo..
Tenho as minhas filhas que adoram enfeitar a árvore e tal.. Saimos juntas sempre pra comprar os presentes e batemos pernas por horas a fio..
Tenho uma relação muito boa com elas. As vezes mudamos os papéis e eu acabo sendo filha delas.
Acho que o verdadeiro sentido do Natal não é simplesmente em uma data específica ficar bonzinho, dar presente a quem não tem, fazer as pazes com todo mundo (apesar de que na semana seguinte começa as rusgas de nvo!!)
Natal não é isso. É compartilhar das experiências, das dores, das alegrias, dos amores e desamores - O ano todo!!
Cansei deste velhinho safado que nem identidade própria tem. Roupinha de pele e trenó num calor de 30 graus????
Ah, Papai Noel.. Tu tá precisando de uma reciclada legal, heim???
Bom, mas desejo do fundo do meu coração que na noite de 24 de dezembro todos os corações se lembrem que existe alguem maior que este consumismo desenfreado.. Que existe alguem lá encima que olha por nós todos os dias do ano. E que quer que o amor entre nós seja um verbo que se conjugue todos os dias, independente de tudo que o ser humano é capaz de fazer.

bjus

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Um pouco de Bécquer pra começar a semana...


Tu pupila es azul, y cuando ríes
Su claridad suave me recuerda
El trémulo fulgor de la mañana
Que en el mar se refleja.

Tu pupila es azul y cuando lloras
Las transparentes lágrimas en ella
Se me figuran gotas de rocío
Sobre una violeta.

Tu pupila es azul y si en el fondo
Como un punto de luz radia una idea,
Me parece en el cielo de la tarde
Una perdida estrella.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Vermelho..



Já disse que gosto do vermelho???
Amo..
Esta cor pulsa.. é sinônimo da paixão.. da luz e da força..
Me vejo e revejo no vermelho porque faço dele meu escudo.
Anjo vermelho.. Cor da luxúria, da gula e de todos os pecados capitais..

domingo, 30 de novembro de 2008

Cheiros e memórias..


Se um dia me perguntarem qual é o sentido mais aguçado em mim, definitivamente responderei: - O olfato!!!
Os cheiros me trazem as lembranças fiéis que eu não quero esquecer.
Cheiro de terra me lembra meus verões na Estância do meu tio, o cheiro do limão me lembra minha vó (e suas receitas de bolo, cheiro de bebê das minhas filhas...
Mas nada melhor como o cheiro de um livro.. perfume puro.. lembranças dos livros que li.. dos livros que marcaram a minha vida.. e que ainda marcam..
Juntando aos cheiros, vem as recordações..
Minha mãe diz que eu tenho uma memória invejável. lembro de datas, situações, episódios da minha vida desde muito pequena.
Lembro de um vestidinho azul que eu tinha - talvez com uns 4 anos - e da minha boneca Valentina que era a minha filhinha...
Mas este resgate da memória junto com a arte da palavra e as vezes me saem uns textinhos pelo menos "bonzinhos"...
Escrevo quando estou triste, quando estou alegre.. quando estou angustiada.. quando a vida me sorri ou me da as costas.
Isabel Allende diz que a escritura salva.. Acredito nisso.. tecemos a renda indelével de nossas vidas através da escrita.. Projetamos nela tudo aqui que a nossa alma sente e ri.. e chora.. e enlouquece .. ás vezes...
Resgatamos sentimentos e pessoas que ficam perdidas no túnel da existência.
Já disse que amo o mesmo homem há 20 anos. De um amor puro, que ultrapassa as convenções.. um amor feito de esperas.. de idas e vindas... pra finalmente eternizar naquilo tudo que sentimos um pelo outro. Ele tem um jeito particular de dizer que me ama que só eu sei.. nas pequenas coisas.. nos detalhes (conhecendo ele como eu conheço).
Mas enfim, cheiros, palavras, recordações e puro amor eterno.
É disso que a minha vida é feita...

Este sou eu...










Dos outros, carece de atenção,
adora o brilho dum refletor,
a coragem rege sua ação,
é carismático e aglutinador.

O calor do Fogo,
funde a grande contradição,
no brilho do astro do jogo,
o temor à rejeição.

De ofuscar é seu brilho
e a liderança se faz natural.
Contagiante é seu otimismo,
alto e colorido, o seu astral.
Do Sol é filho
e confiança sobra no coração,
de pensamento positivo
e iluminar é sua missão.
Sob a luz do signo – menino,
nasce todo leonino.

sábado, 29 de novembro de 2008


Achei esta mulher maravilhosa no meio das minhas conversas com a Cris. Amei.. tem conteúdo, sentimento. Uma poesia que entranha na pele e fala pelas nossas bocas.


Disfrutem.. ela escreve por nós..


CONCÉDEME ESOS CIELOS, ESOS MUNDOS DORMIDOS...

Concédeme esos cielos, esos mundos dormidos,

el peso del silencio, ese arco, ese abandono,

enciéndeme las manos,

ahóndame la vida

con la dádiva dulce que te pido.
Dame la luz sombría, apasionada y firme

de esos cielos lejanos,

la armonía de esos mundos sellados,

dame el límite mudo,

el detenido contorno de esas lunas de sombra,

su contenido canto.
Tú, el negado, da todo,

tú, el poderoso, pide,

tú, el silencioso,

dame la dádiva dulcísima

de esa miel inmediata y sin sentido.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008





Pra ti, amor da minha vida..

Ad Infinitum...


Oi..
Um mês sem postar.. que feio!!!!
Mas ando meio atucanada com milhõõõõõeeessss de coisas que não tenho tempo nem pra arrumar meu guarda-roupa (que vamos: é um saco!!!). Sigo me sentindo o coelhinho da Alice..
Queria ter mais tempo para as minhas filhas, pra pegar sol e tirar o mofo, pra fazer academia, pra pintar, pra escrever.. enfim.. pra viver um pouco mais.
To com saudade do verão.. já não aturo mais frio e chuva... Quero sol, praia, chimarrão na frente de casa, conversas com o Ricardo e as gurias, deitar e dormir sem o maldito despertador..ficar de papo para o ar lendo meus livros que eu compro e nem consigo tirar do plástico, no mais absoluto ócio.. mas acho que quero o que todo mundo quer, enfim...
Sou meio inconstante para algumas coisas. Já comecei um blusão (e não terminei), já comecei um pintura (e não tive saco pra acabar...) começo e me ponho entediadíssima!!!
Mas tenho uma grande qualidade: Não sou nada inconstante para com os meus sentimentos. Amo o mesmo homem há 20 anos (ainda que a vida nos tenha afastado e agora nos juntado de novo – Ad Infinitum), tenho grandes e velhos amigos que procuro cultivar e grandes e novos amigos os quais estou conquistando dia após dia.
Falando em livros, me dei de presente um livro do García Márquez que eu amoooo e que não tinha lido ainda: Amor nos tempos de cólera. To loooouuuccaaa pra começar a ler. Farei isso no próximo fim de semana.
Não quero mais deixar as coisas pra amanhã. Quero ler todos os livros, dizer as pessoas que amo que as amo muito, quero seguir vivendo a minha vida muito plena.. Não gosto de meias medidas.. metades..
E quero, claro.. escrever muito aqui.
Hoje fizemos um blog – eu e meus pequeños da quinta série – amo ver aquelas carinhas cedinho da manhã me dizendo: - “Hola, tia.. Buenos dias!!”. Eles enchem o meu dia.. saio feliz e contenta porque sinto que há realmente um interesse deles para aquilo que eu posso realmente ensinar.
Bueno amores, Ricardo me chama pela vigéssima vez pra jantar. Ele cozinha super bem.. e um chamado dele, eu não posso recusar.
Bjus.. vuelvo em un santiamén!!!
Gabo...
Amo esta frase:
"Siempre hay un mañana y la vida nos da otra oportunidad para hacer las cosas bien, pero por si me equivoco y hoy es todo lo que nos queda, me gustaría decirte cuanto te quiero, que nunca te olvidaré. "

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Gracias Don Mario....




Por que gracias a vos he descubierto,

(diras que ya era hora y con razón),

que el amor es una bahia linda y generosa,

que se ilumina y se oscurece,
según venga la vida,
una bahia donde los barcos llegan y se van,

llegan con pajaros y augurios,

y se van con sirenas y nubarrones.

Una bahia linda y generosa,

Donde los barcos llegan y se van,

Pero vos,

Por favor,

No te vayas.




Mario Benedetti




Acordei com um espírito meio españolito hoje.. Flamenco del Camarón de la Isla retumbando nos ouvidos, acho que é porque o escutei a semana toda, mas escutaria mais e mais.. Amo flamenco e tudo que se refira a "La Madre España".
Semanita punk esta.. minha vida literalmente no limbo. Suspen sa. Tendida. Esperando. Fumando espero, já diz um tango.. E lá se vão pacotes e pacotes de Carlton (vermelho)...
Odeio indecisões. Sou prática. Preto no Branco. Não consigo ficar sentada esperando a vida ir passando a pasito.. Quero galope!! Tenho pressa!!! Pressa de viver!!! Pressa de tudo!!!! (isto deve ser sintoma de uma hiperatividade não diagnósticada!!!)
Mas é isso.. tenho pressa...






Ah!!! Gracias Don Mario, por prestarme tu poema para mi humilde páginita.



quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Big Bang!!!!





Alguem já ouviu falar em Big Bang???


Pois é, parece eu hoje.. prester a explodir!!!


Mas conforme a teoria do Big Bang, tudo se originou de uma grande explosão de um átomo primordial, e depois da explosão as coisas começaram a tomar forma e conteúdo.

As vezes é preciso pequenas explosão pra que o nosso universo interior passe de um "átomo primordial" para diversos sistemas.

As explosões renovam, enriquecem. é como um casulo de uma borboleta. Hoje, não sei porque, me veio várias vezes essa imagem: uma borboleta saindo de um casulo. Linda, viva e cheia de esperanças.

A vida é assim, mis niños, com suas explosões e tranformações, nada é é pra sempre (em alguns casos, infelizmente) tudo é eternamente mutável. E as mudanças estão ai para acontecerem.. Façam seu Big Bang interior, afastem tudo que os torna negativos e juntem suas partículas e átomos positivos e transformem-se em uma grande e linda borboleta.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Segunda-feira..

"Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito." Clarice Lispector


Cá estou eu....
Entre perífrasis, orações subordinadas e outras cositas más... Comecei uma semana punk, más noticias.. mas tudo se resolvendo aos poucos..


Um dia lindaço de inverno com um baita sol e uma enorme vontade de lagartear e comer bergamota, como eu fazia literalmente no século passado..

Hoje fui numa reunião que eu pré julguei que ser seria um saco.. Mas foi bom, revi velhos e queridos companheiros de faculdade, conheci gente nova que tá fazendo um puta trabalho nas suas escolas.. enfim.. foi bom..

Tô amando escrever esse blog, aos poucos as coisas começam a vir aos borbotões.. Memórias, vontades, esperanças...

Vivo um dos meus melhores momentos. Acho que a transição para os 40 anos foi boa.. trouxe junto os meus "feijõezinhos mágicos", mas hoje tô mais pra coelhinho da Alice no pais das maravilhas: "Tô atrasado, tô atrasado, tõ atrasado...!!"

O Tempo ruge e a Sapucai é grande.. Então vambora!!!

Deixo umas tulipas roxas pros meus amigos queridos.. Amo essas flores.. Me fazem lembrar coisas que eu não vivi.. sem lá.. memória genética.. quizá...

domingo, 10 de agosto de 2008

Pra começar a semana...


Un poemita de Neruda, pues la semana hay que empezar...


LA NOCHE EN LA ISLA
Toda la noche he dormido contigojunto al mar, en la isla.

Salvaje y dulce eras entre el placer y el sueño,entre el fuego y el agua.
Tal vez muy tardenuestros sueños se unieronen lo alto o en el fondo,arriba como ramas que un mismo viento mueve,abajo como rojas raíces que se tocan.
Tal vez tu sueño se separó del míoy por el mar oscurome buscaba como antes cuando aún no existías, cuando sin divisar te navegué por tu lado,y tus ojos buscabanlo que ahora-pan, vino, amor y cólera-te doy a manos llenas porque tú eres la copa que esperaba los dones de mi vida.
He dormido contigo toda la noche mientras la oscura tierra gira con vivos y con muertos,y al despertar de pronto en medio de la sombra mi brazo rodeaba tu cintura.Ni la noche, ni el sueño pudieron separarnos.
He dormido contigo y al despertar tu boca salida de tu sueño me dio el sabor de tierra, de agua marina, de algas,del fondo de tu vida, y recibí tu beso mojado por la aurora como si me llegara del mar que nos rodea.

Essa nem precisa de legenda...


Feliz dia dos pais, Paiiiiiiiiiiiii!!!!


Pai!Pode ser que daqui a algum tempo,

Haja tempo prá gente ser mais,

Muito mais que dois grandes amigos,

Pai e filho talvez...

Pai!Pode ser que daí você sinta,

Qualquer coisa entre,

Esses vinte ou trinta,

Longos anos em busca de paz...

Pai!Pode crer, eu tô bem,

Eu vou indo,

Tô tentando, vivendo e pedindo,

Com loucura prá você renascer...,

Pai!Eu não faço questão de ser tudo,

Só não quero e não vou ficar mudo,

Prá falar de amor prá você...

Pai!Senta aqui que o jantar tá na mesa,

Fala um pouco tua voz tá tão presa,

Nos ensine esse jogo da vida,

Onde a vida só paga prá ver...

Pai!Me perdoa essa insegurança,

Que eu não sou mais,

Aquela criança,

Que um dia morrendo de medo,

Nos teus braços você fez segredo,

Nos teus passos você foi mais eu...,

Pai!Eu cresci e não houve outro jeito,

Quero só recostar no teu peito,

Prá pedir prá você ir lá em casa,

E brincar de vovô com meu filho,

No tapete da sala de estar,

Ah! Ah! Ah!...

Pai!Você foi meu herói meu bandido,

Hoje é maisMuito mais que um amigo,

Nem você nem ninguém tá sozinho,

Você faz parte desse caminho,

Que hoje eu sigo em paz

Pai! Paz!...


(copiei do Fábio júnior...)

Domingo.. baita sol.. dia dos pais... Laranjal cheio.. e eu aqui no PC? Pois é.. milhões de aulas pra fazer.. conteúdos a serem estudados.. e eu ainda tenho que fazer 15 bandeirinhas do Japão pra Festa do meu colégio!!!!!

Mas tudo compensa... Compensa porque eu amo o que eu faço...

Outros dias de sol virão...

Denise

Acho legal essa história do blog. É como começar a escrever a nossa história. Não sou muito pontual nas minhas escritas, mas prometo vir aqui sempre que possível.. porque além de tudo eu amo escrever... no caminho eu explico melhor....